Cultura

Vida nostálgica

Ontem (13/05) o WWD publicou uma matéria super interessante falando sobre a nova mania da moda masculina: a tal tradição ou herança da marca. E não precisa ser nenhum gênio para perceber que no meio de toda essa incerteza econômica que estamos vivendo, muitas marcas acabaram encontrando refúgio no seu próprio passado.

Nessa última temporada de moda masculina internacional, o que mais se lia era estilista dizendo que quis recuperar a essência da grife e trazer de volta valores esquecidos como tradição e qualidade. Mas até aí nada de muito novo, né? O que surpreende na matéria são os estudos que mostram que o público consumidor está cada vez mais em busca de tais valores nas suas aquisições. E olha que nem são pessoas tão mais velhas.

Pesquisas apontam que jovens entre 16 e 29 anos, são os mais interessados em colocar suas mãos numa peça que tenha alguma amarração com o passado. E não é só marca de luxo, não. A Levi’s por exemplo, está investindo pesado no setor vintage. Em algumas lojas é possível encontrar réplicas de modelos lá dos anos 20.

O porque disso tudo? Parece que essa população está aos poucos se cansando do bombardeio de informações que acaba superficializando e banalizando todo e qualquer aspecto da vida. De acordo com analistas de comportamento consultados pelo WWD ao buscar estilos do passado, esses jovens buscam dizer que a vida lá trás era bem melhor do que agora. E isso não se resume só a moda. Objetos de decoração, livros, discos, aparelhos eletrônicos e mais uma série de itens do passado, estão sendo retomados quase como que uma fuga da realidade. A pergunta é até quando vamos ter que ficar revirando o baú de memórias ao invés de encarar a realidade e tentar mudar alguma coisa de fato.

Posts Relacionados
Cultura

Criatividade no século 21

Cultura

A crítica de moda por Lars Svendsen

Cultura

Criatividade a qualquer custo

Cultura

Os negócios da moda e a economia criativa

Assine nossa Newsletter e
mantenha-se informado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *